domingo, 24 de junho de 2012

As 9 d'opegapulhas

1-O bonde perdido A julgar pelos governos do portentoso Mercosul que reclamam da ruptura da ordem democrática no Paraguai, começa a transparecer um certo receio que o belíssimo exemplo do Congresso do país vizinho venha a se multiplicar. Talvez o Paraguai seja o verdadeiro e único representante dos Libertadores da América. E pensar que o nosso corrupto Congresso teve a mesma oportunidade anos atrás e, vergonhosamente, perdeu o bonde da História. Flavio Marcus Juliano 2-Objetivos Os eleitores paulistanos têm como objetivo, em relação à São Paulo, amá-la. Há certos partidos e candidatos sem ética que têm como objetivo, a mala. Flavio Marcus Juliano 3-A vingança de Maluf (publicado no Estadão em 24/06/2012) Há pelo menos um consolo para Fernando Haddad e Lula, que sonham inutilmente com a Prefeitura de São Paulo: seguindo o preceito do recente aliado, essa aliança estupra, mas não mata. FLAVIO MARCUS JULIANO 4-Miopia (editado no Estadão.com em 24/06/2012) O desembargador Tourinho Neto afirmou que jogo de azar é contravenção e não um crime, tendo o apoio da população,pois muitos setores da sociedade defendem a sua legalização, visto que a prática é largamente aceita pela sociedade , ainda que seja ilegal. Interessante saber, como a sociedade espera gerar recursos para saúde e educação através de uma contravenção. Há uma parcela da sociedade, que gosta de comprar sem nota, adquirir mercadoria contrabandeada, jogar lixo na rua, fazer ligação elétrica clandestina, dirigir alcoolizada, ainda que seja ilegal e indefensável. Flavio Marcus Juliano 5-O crime não descompensa Interessante que, quando estão soltos, praticando seus crimes, cheios de si e de poder, certos meliantes não têm surtos nem descompensações sérias. A saúde mental a pleno vapor trabalhando para o mal. Deve haver na cadeia certas atividades para fazer os surtos passarem rapidinho, não? Flavio Marcus Juliano 6-São Paulo +50 Para que São Paulo continue livre de certos políticos, nos próximos 50 anos, sugiro a melodia abaixo, que vem bem a calhar com a atual rejeição : Ninguém me ama Ninguém me quer Ninguém me chama, nem eleitor A eleição passa...... E eu sem ninguém E quem me abraça Não me quer bem Vim pelo ENEM tão falho de fracasso em fracasso E hoje errando em tudo Me resta o desgaste Cansaço do chefe Cansaço de mim. Eleição chegando e meu sonho chegando ao fim Flavio Marcus Juliano 7-O som do silêncio Com a "aliança" meio envergonhada - ou vergonhosa-, que o chefe do sonhador petista a prefeito de São Paulo fez- tanto que o aliado nem no palanque vai aparecer, como aparece em certas listinhas internacionais- o partido terá 1 minuto a mais de tempo na propaganda de TV. Para quem não tem nada a dizer, 1 minuto será uma eternidade , pois São Paulo não precisa ouvir bobagens. Flavio Marcus Juliano 8-Mexendo o peão Para Serra ver seus adversários subindo nas pesquisas petistas, só falta ele convidar a Erundina para vice...... Flavio Marcus Juliano 9-A chapa chipa (editado no Estadão.com em 17/06/2012) Haddad volta a cortejar Erundina para vice. Conseguiram juntar o ruim com o péssimo. Como chipa é uma rosquinha de milho que se distribui por ocasião de velórios, pode-se antever que essa chapa não sobreviverá nas urnas paulistanas. Flavio Marcus Juliano
Postar um comentário