sexta-feira, 2 de março de 2012

1ª Semana do Ano da Dragoa

Neil feliz ano novo Ferreira

2012 é o Ano do Dragão no calendário chinês. O Dragão é um signo do elemento água; poderoso, representa vitalidade, entusiasmo, orgulho, extravagância e ideais elevados. A Dragoa não sei, nunca ouvi falar nela.
Como os chineses acordam mais cedo e dormem mais tarde para trabalhar mais que todo mundo, o ano lá começou antes, em 23 de janeiro e acabará depois, em 9 de fevereiro de 2013. O Ano da Dragoa acabou de começar; feliz Ano Novo pra você, sua família e seus amigos .
O Ano do Dragão tem 13º mês, não tem 13º salário; lá não tem moleza como aqui. Semana Santa, férias de 30 dias, licença maternidade de 4 meses, paternidade de 2 -- estão querendo aumentar para 4, antes dus mano sumirem das minas, deixando-as ainda adolescentes com um maninho na mão, outro no colo mais um na barriga, noves fora bolsa-esmola para mais 4; qual o quê.
O Ano da Dragoa começa bem atrasado em relação ao chinês, em compensação acaba muito antes. O de agora amanhece com uma fumacinha branca de esperança pairando sobre a paulistada -- Habemus Serra.
Votarei nele e ninguém tasca. É um remédio amargo, duro de engolir mas é o único conhecido para a gravíssima pandemia que assola o país, do norte ao nordeste, do nordeste ao norte; ameaça contaminar este nosso penúltimo bastião de sanidade. A ameaça é braba.
A corrupa entra no Ano da Dragoa firme e forte, tungando meio mundo como sempre; desapareceram nos descaminhos desta vida 18 km de estrada em Santa Catarina, acompanhados dos 800 milhões de pilas do custo superfaturado. Leva o “Prêmio Corrupa de Ouro”, catiguria “Criatividade Criativa Lucrativa”, para meter a grana da viúva nas algibeiras. Essa nem o “nosso Delúbio” obrou semelhante. Apareceram depósitos milionários, desaparecidos na conta de ex – vice presidene do Banco do Brasil; essa mágica é das mixas, qualquer um faz.
Quem vota na capital de Sumpólo que me siga; não podemos cair na esparrela de entregar a administração da maior cidade nordestina do mundo, segundo o IBGE, para um cara que enem consegue administrar o ENEM.
O Cara quer dar um replay na façanha que cometeu contra o Brasil na outra eleição, você sabe do que estou falando. Ele e sua Megera Domada sentaram-se na mesma cadeirona lá em Brasília, um no colo do outro.
Alô alô advogados de porta de jornal, citei o título de uma obra de Shakespeare, “Megera Domada”, escrita há uns 500 anos ; qualquer coincidência com pessoa atual é mera semelhança; não foi profecia do Bardo, que nunca antes no país dele se meteu a Nostradamus.
"No pasarán!", afano a célebre palavra de ordem da líder comuna da revolução espanhola, Dolores Ibárruri Gómez. Linguas venenosas insinuam que essas heróicas palavras foram pronunciadas quando Ibárruri estava em segurança, refugiada em Paris.
Quem deveria, pois, cumpri-las e heróicamente impedir com suas próprias vidas o avanço das tropas inimigas, seriam os que ficaram combatendo na Espanha. Não sei se acredito nessa versão, vendo pelo preço que comprei -- digrátis; acho que não vale nada.
O Cara, o brimo Haddad, Martaxa Relaxa e Goza, Eduardo “Bobo Dylan” Suplicy, Rui Falcão, Mercadante, Genoíno, Cardozo, a base alugada et caterva, se depender de nós “No pasarán !”, nem que a vaca tussa (já escutei umas tossidas por aí...).
Mesmo que o Serra tenha desempacado, o Ano da Dragoa começou com o risco do brimo Haddad ganhar a eleição bra brefeito. Haddad trilha pelas mãos do Cara a mesma trilha trilhada por Você Sabe Quem, cuja campanha começou um ano antes do permitido pela lei, usando as portas escancaradas das burras do Estado e as engrenagens da máquina. É infinita a grana da viúva.Todos os veículos de comunicação estão exibindo agora a reprise, sem cortes, daquela temporada.
Furto do Cara semáforo futebolístico psicografado do Vicente Matheus, “Time que está ganhando não se mexe.” Não se mexe, fica parado e valoriza a posse da bola, sentenciaria pleno de pose. Você viu o brilhnte jogo da selecinha, com 69% de posse da bola.
O Cara não tem um pingo de vergonha na cara de se apossar das táticas vitoriosas que não lhes pertencem, como fez com a estabilização da economia, que virou obra dele; até o Plano Real já insinuou que é dele.
Passaram-se as festas de Natal, Ano Novo, férias de verão e Carnaval . De olho no nos feriados da Páscoa, vivemos a 1ª semana útil do Ano da Dragoa, com um dia a mais, o bissexto 29 de fevereiro, só de sacanagem para a corrupa ter um dia a mais para agir e faturar mais.
Sem bronca, mano, se não gosta foge pra Bahia, lá o grito de carnaval de 2013 foi gritado na quarta-feira de Cinzas de 2012. As folias do “Tríduo Momesco” duram o ano inteiro; se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, diga ao povo que o carnaval fica.
Não sei quem é a Dragoa citada aqui e ali neste besteirol; se soubesse, não entregaria a cumpanhera nem sob tortura. Não consta do Aurélio, do Houaiss nem do Google, acho que não existe. Deve ser mais uma besteira saída da minha mente obnubilada pelo fumacê, donde tortuosa e confusa.
EM SUMPÓLO O BURACO É MAIS A SUDESTE, HABEMUS SERRA !
Postar um comentário