terça-feira, 25 de outubro de 2011

O que detém a voz nas ruas, senhor editor?

14/10

O editorialista do Estadão levou alguma PT- pancada na cabeça ?...ao concluir que as manifestações são "reduzidas" porque no Brasil a melhora no padrão de vida de milhões de pessoas e a "sensação" de otimismo não incentiva os protestos contra a corrupção!? Será que a população já não tem a percepção de que estaria muito mais rica materialmente se o ralo da corrupção não desviasse nossa possível riqueza para os bolsos dos corruptos governistas , aliados e outros mais?

E da miséria moral... o editorialista acha mesmo que não estamos preocupados com a inversão de valores imposta a nós - e parece agora que com o apoio explícito de órgão de comunicação da importância deste jornal !

Depois de ler a entrevista dada a uma revista semanal pela ministra Iriny, a das calcinhas, em que ela tranquilamente afirma interferir no uso da imagem veiculada pelas publicidades...que o conceito de conteúdo certo e errado é definido pela secretaria que ela encabeça... e que ela confessa entrar em contato com as redes de TV para expressar tanto o agrado quanto o desagrado...e até "solicitando" alteração de perfil de personagens das novelas...eu fico quase na certeza de que , no caso do Estadão...já existe uma cadeira-cativa de censor na redação do jornal para que este "funcionário laborioso" opine, critique ou proponha conteúdos e temas de matérias e editoriais em execução...

Caso contrário, e mais triste ainda...este jornal se curvou espontaneamente ao poder instalado em Brasília. Tanto uma coisa como outra...é um desastre total!
Postar um comentário