terça-feira, 22 de junho de 2010

FICHA LIMPA



(No Valor Econômico e no Estadão online, terça-feira, 22/06/2010)
"Acho que temos um problema com essa lei que diferencia entre ficha limpa e ficha suja. Deveríamos revê-la, designando como inelegíveis os que tenham fichas simplesmente manchadas. O que dizer do cinismo do sr. Paulo Salim Maluf ao declarar: 'A minha ficha é a mais limpa do Brasil'. E 'é bom que se diga: sou elegível, sou candidato a deputado federal e não tenho nenhuma condenação. Tenho 43 anos de ficha limpa de trabalho'. Temos de exigir imagem ilibada e honesta de nossos políticos. Como a mulher de César, eles não só devem ser honestos como devem parecer honestos. Os de fichas maculadas por quaisquer questões legais não devem nos representar nem ser exemplo para as futuras gerações de governantes e legisladores que o Brasil de nossos filhos e netos merece."
Postar um comentário