terça-feira, 13 de outubro de 2009

QUANDO 100%=200%


(No Estadão Online, terça-feira, 13/10/2009)Na coluna Fora de foco e de propósito de Dora Kramer (A8,11/10), sob o subtítulo "200%", ela mencionou o aviso do presidente do PT, Ricardo Berzoini, de que a ministra Dilma "deve deixar o governo em fevereiro para se dedicar 100% à campanha presidencial". E, com fina ironia, concluiu Kramer que Berzoini "não informou quem, atualmente, se dedica 100% aos afazeres da Casa Civil" enquanto a ministra viaja o Brasil em campanha. Acho que sei o que o presidente do PT quis dizer. Atualmente Dilma só aparece, acompanhada geralmente de Lula, e faz campanha de discursos. Depois de fevereiro, ela vai começar o jeito PT de influenciar eleitores e ganhar votos: oferecendo toda sorte de vantagem e benefício da "máquina" a prefeitos, sindicalistas e potenciais militantes locais; além de assustá-los quanto aos "estragos" (sic) que ocorreriam aos seus interesses se a oposição ocupar a Presidência. Ou seja, agora ela faz campanha "limpa", depois vem o vale tudo. Desrespeitando e fazendo pouco caso da Lei Eleitoral, a campanha de Dilma é 100%. Quando a campanha for oficializada, vai valer o estilo petista, e os 100 vão virar 200. Que a oposição se prepare. A mensagem de Berzoini é clara: com a estrela vermelha nos palanques, vem chumbo grosso e sujo a partir de fevereiro!
Postar um comentário