sábado, 25 de abril de 2009

Resistência e Quilombos Urbanos (12/04)

Impressionante como o sentido das leis e do direito vão se perdendo em interpretações cada vez mais distantes da intenção do legislador. A formalização da desigualdade sob o pretexto da iguadade. Um quilombo urbano me parece algo tão forçado quanto o rock evangélico. Como pagar uma idenização milionaria pelo sujeito ter passado uma noite na cadeia durante o regime militar. Entro tanbem nessa onda de uma coisa que não tem nada mais a ver com a outra quando passo para a página seguinte do jornal e leio a reportagem sobre antibióticos. Se resistência for o critério, a oportuna(ista) interpretação da lei pode abrir a possiblidade da criação de um quilombo bacteriano.

Antonio Cavalcanti da Matta Ribeiro
Postar um comentário