sábado, 25 de abril de 2009

General Heleno - (abril/2009)

Publicado no jornal Ambiente Brasil
O General Heleno fala com conhecimento dos fatos. Na tríplice fronteira Brasil-Peru- Colômbia, por exemplo, onde tudo virou território indígena, BRANCOS CIVILIZADOS são proibidos de tudo. Por isso não têm trabalho, e logicamente, não têm meios financeiros para viver com dignidade. Seus filhos são atraídos para o mercado das drogas ilícitas comandados por colombianos e peruanos da fronteira, pois o Estado Brasileiro os abandonou, só os reconhecendo quando são presos como mulas do tráfico, nas estatísticas de operações policiais repressivas e nos registros de obituários.As lideranças indígenas, subrepticia e inconscientemente, deixam claro que querem ser integrados à COMUNIDADE NACIONAL, como está estabelecido no art. 1º. Da Lei 6001/73 – ESTATUTO DO ÍNDIO.Somente assim, o art. 5º. da Constituição Federal que estabeleceu:“Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade” ENTRARÁ EM VIGOR.
Postar um comentário