terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Nova velha cara

Na primeira página do Estadão, a nova versão de Dilma Roussef.

Agora sim ela perdeu o falso ar de madre-superiora que nada tem à ver com sua personalidade e real história de vida, e voltou a ter a face daquela que, entre os anos 60/70 participou dos atos terroristas contra bancos e quartéis, usando os codinomes Estela, Luiza, Patricia e Wanda.

Portanto, com essa nova velha cara, está apta a ser candidata a sucessora de Luiz Inácio Lula da Silva.
Postar um comentário