quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

A PLENO VAPOR

A presidente Dilma teve que afastar 7 ministros envolvidos em corrupção, porém, não foi fundo na sua faxina e deixou que os ministérios continuassem com os seus procedimentos escusos. Um deles que continua a pleno vapor é o emprego de aditivos que elevam o valor dos contratos. Um exemplo recente foi apurado pela Policia Federal que acusou prejuizos superiores a R$ 67 milhões no Dnit após a posse do ministro Paulo Passos. Diante desse fato, constatamos que o povo continua a ser enganado!
Postar um comentário