sábado, 9 de abril de 2011

DESARMAMENTO OUTRA VEZ?

(No O Globo, RJ e Estadão online, sábado, 9.04.2011) Como reação ao massacre do Rio, o governo voltou a insistir no desarmamento da população. Concordo que armas são perigosas, mas especialmente nas mãos de bandidos. Portanto, desde que o governo nos dê provas de que acabou com todas as armas ilegais que entram livremente pelas fronteiras, e que os marginais, traficantes e criminosos estão sob o controle de forças policiais (e não o contrário), aí sim, ficaremos a favor do desarmamento geral e irrestrito. Do contrário, achamos que o cidadão honesto e pacífico não pode ficar, como carneirinho indefeso, a mercê dos que não têm escrúpulos e conseguem armas e munições ilegalmente, até de uso exclusivo das Forças Armadas. Pelo muito que recebem do nosso dinheiro, o governo tem obrigação de, primeiro, nos oferecer um ambiente de paz e segurança. Depois, com tranquilidade e até alívio, entregaremos nossas pequenas armas. Silvano Corrêa
Postar um comentário