sexta-feira, 18 de março de 2011

Ameaça nuclear

16/03/2011


No mundo existem centenas de usinas nucleares, e os acidentes ou incidentes registrados - com exceção de Chernobiyl que foi resultado exclusivo da incompetência soviética já em falência regimentar e que não quis escancarar ao mundo sua fragilidade, agravando assim o problema - somam se tanto 1000 vítimas até hoje.
Creio que pior que isso são os explosivos atômicos em mãos de terroristas , advindos do esfacelamento do mundo soviético ; pior que isso é o estado dos submarinos soviéticos cujos reatores estão sofrendo corrosão e o governo russo faz cara de paisagem já que não tem recursos , ou não quer direcioná-los , para dar um destino seguro a essas verdadeiras bombas-relógios atômicas. E não existe cobrança por parte das grandes nações...

Mas preocupante mesmo é a posição geográfica em que foram instaladas nossas usinas nucleares Angra 1 e 2, e possivelmente também a 3, no sopé de uma serra que os próprios índios tupi-guaranis já chamava, de Itaorna, ou seja, pedra podre. Os últimos acontecimentos da região serrana do Rio corroboram esta minha impressão, pois a serra do mar , maciço antiquíssimo , esboroa de tempos em tempos provocando acidentes de grande monta. Nos anos 70 vimos o mesmo filme de horror na região de Caraguatatuba...só que parece que os sucessivos governos preferem fechar os olhos a esta realidade. Se acontecer....a natureza será sempre a culpada?
Postar um comentário