quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Minha casa, nossa dívida

Em 22/01/2011


Após 8 anos de pregação e aplicação da tese de que a população de baixa renda tem que ser tratada com muita condescendência por ser vítima histórica de uma elite perversa e capitalista - o que automaticamente lhe outorgaria "direitos especiais" - nada mais natural é ver noticiado agora que os mutuários do Residencial Nova Conceição, em Feira de Santana(BA) tenham tratado com absoluto desprezo o contrato firmado por eles na aquisição dos apartamentos do Programa Minha Casa , Minha Vida.

À inadimplencia e ao repasse indevido dos imóveis , somam-se a sub-locação e a transformação de unidades em pontos de distribuição de drogas e em depósito de armas.
A simples retomada dos apartamentos vendidos irregularmente e a mudança das regras a nortear este programa não vai resolver se o discurso social todo de uma cartilha não for mudado. Pois mudar as regras no papel até que é fácil...quero ver é mudar-se uma mentalidade permissiva implantada na consciência da população carente por mais de 2 décadas de ação contínua de uma militância ativa e operosa.
Postar um comentário