terça-feira, 7 de setembro de 2010

MENTIRAS NO GRITO

(No Estadão online, segunda-feira, 6/09/2010)
Primeiro foi o caso Francenildo. Depois foi a quebra de sigilo para montar um dossiê contra o Serra. Agora a quebra do sigilo de vários líderes do PSDB e da filha de José Serra. No início o PT negou tudo, depois Lula mesmo chamou os petistas que tentaram montar o dossiê de ''aloprados''. Agora, Lula começa acusando ''bandidos'', para desviar a atenção dos verdadeiros culpados. E, finalmente, quando é revelado que o contador Antonio Carlos Atella Ferreira, o que usou procuração falsa para obter dados sigilosos da filha de Serra, era filiado ao PT, Lula sai perguntando: ''Cadê o sigilo, que não aparece?'' E afirmando que ''tudo é mentira da campanha do Serra''. Tenta abafar o escândalo no grito. Cuidado. Os petistas usam de todas as artimanhas para conseguirem se manter no poder. Para eles, os fins sempre justificam os meios, mesmo que seja com mentiras deslavadas. Caso tudo não seja devidamente esclarecido, desde o caso envolvendo Antônio Palocci e as demais quebras ilegais de sigilo, é muito provável que se venha a cumprir a profecia de José Serra: no futuro, seremos todos ''Francenildos'', acuados diante dos abusos constantes do governo petista para não ''largar o osso'' e o controle das boquinhas da Viúva. Vamos acordar antes que seja tarde!
Silvano Corrêa
Postar um comentário