quarta-feira, 21 de julho de 2010

Flanelinhas

21/07/2010


Até entendo a preocupação da Promotoria em querer regularizar flanelinha atraves da exigência de cadastramento, uso de uniforme e ficha limpa. Afinal, eles se multiplicaram e se adonaram dos espaços públicos, cobrando o que bem entendem e coagindo os motoristas a pagarem seus preços sob o risco de encontrarem seus carros danificados.Isso sem falar dos roubos e furtos que repetidamente são registrados pelas câmeras de segurança .

Entretanto, em assim fazendo, a Promotoria estará buscando uma solução rápida , paliativa , porem insatisfatória para um problema e pior, legitimando a existência de uma função que não deveria existir numa metrópole, onde a solução para o estacionamento dos veiculos deveria ser buscada naquelas encontradas em capitais da Europa, como Barcelona, por exemplo, que buscou espaço para os automóveis em subterrâneos espalhados por diferentes locais da cidade. Uma solução mais cara, concordo , e se não é rápida, pelo menos é definitiva .

O trabalho dos flanelinhas , assim como o dos camelôs, não combina com a vida de uma metrópole , pois para solucionar os problemas de uns poucos, prejudicam-se milhões de pessoas que nela vivem.
Postar um comentário