quarta-feira, 7 de abril de 2010

Dilma, preposto de Lula

06/04/2010


Lula promete continuar apoiando Dilma durante a campanha " fora do horário de expediente". E presidente bate ponto por acaso?

Mas até entendo Lula: ele já percebeu que Dilma sem ele por perto não alça voo, Dilma sem ele não é nada além do que já vem sendo: uma simples marionete de um ventríloco que se recusa a sair de cena. Ah...o poder embriagante do poder.

Lula afirmou numa entrevista que ninguem é mais democrático do que ele, e que por esse motivo ele "renunciou" à tentação de disputar um terceiro mandato mesmo que legitimamente conseguido através de um plebicito. Ora, me poupe, Lula sabe que essa via funcionou bem com Chavez, mas no Brasil seria vista como tentativa de golpe para perpetuação no poder. E como Lula não desiste diante de obstáculos, engendrou outro caminho...

Dilma justamente representa a possibilidade de realização desse terceiro mandato para Lula...ocupando o papel de seu preposto. Por isso Lula faz campanha para sua candidata com tanta paixão e garra quanto a que teve e sentiu em suas próprias campanhas.
Na verdade , ela é mais uma campanha sua mesmo.
Postar um comentário