sábado, 30 de janeiro de 2010

EM DISCURSO, LULA MOSTROU NÃO TER PALAVRA

Jornal da Tarde



EM DISCURSO, LULA MOSTROU NÃO TER PALAVRA- publicada no jornal da Tarde em 30/01/10



Dizem que os nossos desejos são atendidos se pedirmos com fé e esperança. No discurso de inauguração de uma unidade de Pronto Atendimento (UPA) no Recife, ao afirmar, "eu estava dizendo que ela (UPA), está tão bem organizada, tão bem estruturada que da até vontade de ficar doente para ser atendido aqui" Lula (foto) brincou demais com o destino: "Antes de crise, 'Lula' pede para ficar doente" (Política.29/1.pág.11-A). Porém, seu pedido não foi atendido por completo, ele recorreu a um hospital particular. Será que o presidente da República não percebeu que, ao procurar um hospital particular, acabou provando que pensa diferente quando está no palanque e quando está fora dele? Enquanto o povo é esquecido nas filas de hospitais com pouco recurso materiais e profissionais, os políticos continuam sendo atendidos em hospitais particulares, que estão longe da realidade da maior parte da população brasileira. É, com esse discurso, Lula ajudou o eleitor a conhecê-lo melhor. Agora, quando alguém disser que Lula é do povo, vou afirmar com convicção: "Brasil, um país dos tolos".
Postar um comentário