sábado, 30 de janeiro de 2010

CASAMENTO ARRANJADO

Casamento arranjado- publicada na Folha de Londrina em 30/03/10

Quando sugeriu uma lista tríplice em dezembro, para escolher o vice de Dilma, Lula disse que a escolha “é que nem casamento. Quem vai casar com o vice é a candidata e não se pode empurrar alguém que não tenha afinidade com ela, porque aí será a discórdia total”. Quando foi para empurrar goela abaixo a candidata que Lula escolheu, ele não pensou em discórdia e apesar de Dilma não ter afinidade com os petistas eles terão de engoli-la porque o chefe-mor determinou e não se fala mais nisso. Casamento arranjado pode. É o Executivo dando o cala boca no seu partido, na base aliada e em quem tentar atravessar o seu caminho.

Izabel Avallone
Postar um comentário