segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Um escorpião chamado Chávez




A conhecida parábola do sapo e do escorpião se faz presente mais uma vez. Cai a fantasia e a realidade cruel se escancara.

O democrata, segundo nossas autoridades, Chávez, discursa à nação e convoca militares e civis venezuelanos para “preparar-se para a guerra” contra a Col�?mbia e os Estados Unidos. Para tanto cita o ditador mais antigo do mundo, dirigente de um governo que impede a saída de seus cidadãos, censura os meios de comunicação, encarcera, tortura e mata seus opositores, como se fosse referência de algo positivo.

Ao invés de investir em distribuição de água e energia elétrica, desvia os milionários recursos da maior riqueza da nação, para sustentar seus mais patológicos ideais, como seu confrade da Coréia do Norte, arma-se até os dentes, pondo em risco a estabilidade do continente, dando vazão ao seu intento, esse sim, imperial ista.

E é este o parceiro que o Brasil terá no MERCOSUL. Ainda é tempo que o senado enxergue a verdade e diga não a este fanfarrão perigoso.

Chávez por que não te calas ...
Postar um comentário