terça-feira, 3 de novembro de 2009

Ongs contra os podres poderes


03/11/2009

Na Câmara o projeto Ficha Limpa encontra resistência dos parlamentares e nem poderia ser diferente. A Mesa Diretora siquer teve interesse em nomear um relator para começar a análise deste projeto que , quando e se aprovado em lei, servirá de filtro a impedir a eleição de políticos com prazo de validade moral vencido.

Natural esta má vontade dos políticos que compõem o poder mais ilesgilativo da história do Brasil. Isso , sem falar do poder injusticiário , que através de brechas legais ajuda tanto a inocentar e/ou arquivar processos contra políticos -ancorado na tese de insuficiência de provas- quanto a transformar o Brasil em refúgio paradisíaco de criminosos internacionais (ideologicamente afinados com nosso governo, talvez?) .

O único poder que funciona à todo vapor é o poder executivo, graças ao respaldo que recebe do ilegislativo e do injusticiário. Cioso de sua força, está executando a democracia diariamente no paredón levantado em Brasilia.
Postar um comentário