domingo, 18 de outubro de 2009

Lula, o filho do Brasil


Será lançada em 1º de janeiro de 2010 a maior peça de propaganda política jamais vista neste país! Suportada pelo dinheiro do contribuinte e, sabe-se lá com que tipo de recursos subliminares, o filme “Lula, o filho do Brasil” irá exibir a vida do presidente a todo o país, até às mais recônditas bibocas, ou seja, onde um eleitor houver.

A estratégia de marketing, a rede de distribuição, o nº de cópias, a definição do público alvo para sessões gratuitas (sindicatos, escolas, universidades, comunidades eclesiais, etc.) já está toda programada.

Será uma verdadeira “lavagem cerebral” de fazer inveja a Hitler e a Mao Tse Tung.

A egolatria do “cara” está ficando doentia, perigosa.

Tudo isso é feito às escâncaras, como se pode ver na pág. A-12, do Estadão de 18/10/2009.
O Brasil inteiro assiste a esta terrível manipulação da opinião pública em ano eleitoral e aceita tudo docilmente? Cadê o Supremo Tribunal Eleitoral?

Não podemos esperar que um outro se manifeste para o seguirmos.

Brava gente brasileira e gente paulista, sempre tão combativa, cadê o nosso brio?
Postar um comentário