quinta-feira, 22 de outubro de 2009

PRESIDENTE BRINCA COM A RELIGIOSIDADE > JESUS E JUDAS




Quando uma Nação perde seus ídolos, suas referências, caminha a esmo, sem eira nem beira, não existindo um Plano de Desenvolvimento, um norte ético que oriente as decisões, permite-se que se instale a lei abjeta do "Os Fins justificam os Meios", como estamos vendo nos últimos escândalos do Congresso Nacional, onde desfila-se super-homens de cuecas vermelhas expostas, julgamentos tendenciosos de toda espécie, como está sendo tratada a questão do "Mensalão", a guerra civil no Rio de Janeiro e por fim, apelando-se para os valores religiosos, que servem de base para a evolução moral dos cidadãos, sendo um de seus pilares de sustentação para o aperfeiçoamento pessoal, serem contestadas como na frase recém proferida pelo governante-mor, de que "No Brasil, Jesus seria aliado de Judas", levando a crer que neste País tudo é permitido, a qualquer preço. É muito perigoso brincar-se com valores, pois a besta adormecida pode acordar. Enfim, um "desserviço" à Nação, que nada traz de positivo e ainda sustenta iniciativas pouco dignas contra o bem-comum. É hora dos homens públicos deste imenso País terem alguma noção da responsabilidade que representa o exercício do poder. Lamentável o caminho que estamos percorrendo. É tempo de acordarmos, antes que seja tarde demais.

Angela Barea - uma cidadã indignada e perplexa - SP, 22/10/09
Postar um comentário