sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Fatalidades da democracia?

(fonte: paulo-g.blogspot.com)
20/10/2009

O ministro da Justiça Tarso Genro presenteou-nos com uma pérola jurídica: referindo-se às denúncias de que Dilma está praticando campanha antecipada ao participar de todos os eventos palanqueiros junto a Lula e exaustivamente divulgados por todos os órgão da imprensa escrita e televisiva...Ele foi taxativo: nada existe de ilegal quanto a isso, são meras fatalidades inerentes à democracia!

Proponho então que se jogue no lixo a Lei Eleitoral que estabelece prazo para se começar a campanha , concebida justamente para garantir oportunidades iguais a todos os candidatos.

À qual democracia estaria se referindo o ministro da Justiça? Certamente àquela praticada por Chavez ...tanto admirada por Zelaya que até tentou transplantá-la à Honduras. Só não contava ele com uma pedra em seu caminho...Micheletti.

E aqui, nada de pedras, nem mesmo uns meros pedregulhos? Parece que estamos muito mal....de democracia.
Postar um comentário