terça-feira, 13 de outubro de 2009

EDUCAÇÃO- MÃO DE OBRA DESQUALIFICADA

EDUCAÇÃO - MÃO DE OBRA DESQUALIFICADA - publicada no Estadão on line e Diário da Manhã em 13.10.09

Nada mais danoso do que se constatar que a corrupção na Educação gera mão de obra desqualificada. Apesar de estarmos no século XXI, ainda ouvimos o discurso do século passado de que é necessário fiscalizar o destino dos recursos. TCM, TCE e TCU não dão conta de fiscalizar? Sabe-se que quase nunca os recursos chegam ao seu destino final, porém o que tem acontecido com governos que permitem que tais desvios sejam feitos? De concreto, nada. Apenas o lamento de que a educação vai mal porque corrupção na educação significa menos merenda escolar chegando no prato dos alunos, menos recursos para os professores o que contribui para o desalento e desmotivação e menos melhorias na infraestrutura. Convocar os pais para participar da gestão escolar de nada adianta se não houver por parte das escolas o interesse em envolver a comunidade. Com as péssimas conclusões a respeito da avaliação dos alunos a educação está fadada ao fracasso. Sem um treinamento adequado os professores ficarão para trás, pois as tecnologias disponíveis no mercado, muito em breve farão do professor um objeto descartável, pois não basta apenas ensinar conteúdo, os alunos necessitam de professores qualificados e que saibam interagir com suas necessidades. Por mais que estudiosos digam que sem educação o país não cresce, esse alerta tem sido letra morta aos ouvidos dos tecnólogos e "entendidos em educação". Educar o povo dá muito trabalho e exige muita dedicação e seriedade daqueles que estão à frente das secretarias com poderes para acompanhar o processo educacional. Constatar que daqui a 15 anos a mão de obra estará desqualificada é simplesmente um desalento. Como fazer o aluno de hoje estudar quando os exemplos de má educação que vêm de cima permeiam todas as instâncias passando pelo primeiro mandatário do país que confessa que sente azia ao ler?
Izabel Avallone
São Paulo
Postar um comentário