sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Apologia da Transgressão

(fonte: corrupcao-brasil.blogspot.com)
21/10/2009

Num país onde o ECA garante o direito de "ir e vir" ao menor abandonado possibilitando sua permanecência nas ruas a se prostituir e a praticar furtos para garantir a droga do dia; num país onde o presidente do Congresso José Sarney - maioral da base aliada do governo - discursa em plenário condenando a criminalização dos atos de vandalismo praticados pelo MST contra propriedades privadas; num país onde a lei dos crimes hediondos foi flexibilizada pelo STF , que cedeu à pressão de grupos defensores dos paradoxais "Direitos Humanos" , de tal forma permitindo que hediondos criminosos ganhassem a liberdade muito antes que suas penas fossem cumpridas integralmente, para horror da sociedade, sempre alvo de suas sanhas.

Num país onde os políticos se agasalham sob o manto da imunidade parlamentar garantindo a impunidade para seus crimes; onde repetidas tentativas de abertura de CPIs são abortadas à mando do governo para impedir investigações indesejáveis;onde o próprio presidente se sente à vontade para afrontar a lei eleitoral escorado na interpretação marota de suas brechas...ouso afirmar que o governo deste país pratica a apologia da transgressão, servindo de parâmetro e guia para os jovens da nação que, com este incentivo, não veem razão para temer a lei...pois a ordem é transgredí-la.
Postar um comentário