quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Carta a Fernando Collor de Mello



(mensagem enviada a todos os Senadores e alguns jornais, com ilustração da nossa querida Silvane Sabóia)



O Senador Collor, ontem, em pronunciamento no Senado, com olhar cheio de ira, afirmou com toda convicção que ninguém apeará o Senador Sarney de sua cadeira do Senado. Pois é onde V.Excia se engana, senador. Sabe porquê? Porque o Senado não é a casa dos Sarneys ou dos Collor de Mello ou dos Calheiros. O Senado é a casa dos representantes do povo, senador. Acho que já se esqueceu, habituado que está com este tipo de democracia que o apeou do poder, exatamente por estes mesmos senhores seus aliados que hoje V. Excia. defende com tanto fervor. Mas, acredite, o senador Sarney sairá sim, pois não estamos falando de Alagoas ou Maranhão, ou mesmo o Amapá, suas capitanias hereditárias. O senhor desafiou a gente decente, honesta, empreendedora, de brio, dos descendentes de imigrantes que para cá vieram para conquistar por mérito um lugar na história do mais rico estado da Federação. Será pois a vontade de Vs. Excias. contra a nossa, a do povo paulista, acostumado ao esforço, ao trabalho, ao ganho por mérito, que não é subserviente como a pobre gente de seus estados, afeitos que estão à servidão humana, onde um voto é facilmente comprado por uma Bolsa-Família, tal a miséria em que os senhores os deixaram desde sempre.
Não, senador, nós, o povo de São Paulo, em sua grande maioria, quer sim a saída de Sarney e de todos os demais políticos que asquerosamente estão acostumados a locupletar-se do dinheiro do povo, numa cínica confusão entre o público e o privado, tratando-o como se fosse patrimônio pessoal, direito adquirido, como herança!
Se Vs Excias perderam a noção dos limites, vamos deixar claro que nós não! Cansamos da tolerância com que os temos tratado, talvez até por amor à ordem e às instituições. Mas amor ao país não justifica mais esse tipo de leniência, que pode se transformar em cumplicidade. Não queremos ser cúmplices de arbitrariedades, de atos secretos, de ilicicitudes, de falta de ética, de tudo de ruim para o país.
Não, senador, Vs. Excias. não passarão, pode acreditar. E se preciso for, sairemos às ruas para mostrar-lhes que o nosso desejo tem a força dos valores da ética, da moral e do respeito à constituição. Convocamos desde já todos aqueles que desejarem se manifestar nas ruas, pacificamente, a fazê-lo. Juntemo-nos e vamos parar de aceitar todos estes desmandos. Ergamos nossas cabeças! Chega! Unam-se a nós, quem desejar um Brasil melhor.
ELIANA FRANÇA LEME

Grupo: Por1Brasilmelhor
email: por1brasilmelhor@gmail.com
Postar um comentário