quarta-feira, 29 de julho de 2009

Renúncia ou cassação.

23/07/2009

Quando o senador Arthur Virgílio declarou em plenário que para limpar o Congresso seriam necessárias ações agressivas e corajosas, nem que fosse preciso cortar na própria carne, pensei que fosse força de expressão...mas hoje, ao me inteirar da forma que Fernando Sarney trabalhava como operador no interesse do clã , e de como José Sarney usava do poder de seu cargo tanto para garantir emprego para familiares e afins como aproveitando a intimidade que tinha com membros do Poder Judiciário para interferir até no andamento de processos que lhe interessavam...chego à conclusão que cortar na carne é pouco...há que se amputar membros antes que essa gangrena leve o Senado à óbito. Se Sarney não renunciar por bem, só lhe resta a cassação do mandato.

E Lula continua preocupado ...com a biografia de Sarney, muito preocupado. Dá para entender tanta preocupação? Ah... dá!
Postar um comentário