sábado, 11 de julho de 2009

Povão, tudo bem

Que o povão votasse em Lula em 2002, tudo bem, ele faz bem o tipo em que a massa acredita. Mas fiquei pasmo com o número de pessoas do meu círculo que acreditou ser ele figura indicada para conduzir o Brasil por quatro anos. Como pode? Teve até industrial de peso apoiando-o, numa repetição do que aconteceu na Alemanha da década de 30, só que lá os industriais preferiram o nacional-socialismo ao internacional-socialismo, ou comunismo, que vinha crescendo num ritmo assustador dentro da própria Alemanha. Aqui, não, nada ameaçava o status quo. O que será que passou na cabeça desses capitães de indústria? Essa morro sem entender.

Bob Sharp
Postar um comentário