quinta-feira, 14 de maio de 2009

Paradoxo? que nada...

Enquanto aqui em São Paulo uma campanha esquizóide e ditatorial é levada adiante pelo governo do Estado contra os fumantes de cigarros à base de nicotina, o ministro Carlos Minc encabeça uma passeata em defesa do consumo da maconha.

Tem tudo a ver: a esquerda se levanta contra as multinacionais do cigarro industrializado em defesa do trabalho artesanal de operosos nacionais de fundo de quintal e becos de cracolândias das cidades brasileiras!

E viva a indústria nacional! E viva os fumantes maconheiros!
Postar um comentário