terça-feira, 28 de abril de 2009

Porque Dantas é odiado pelo PT , segundo Saulo Ramos

Estou lendo o excelente livro O Código da Vida, de Saulo Ramos. Creio ser leitura obrigatória para todo aquele que quiser se inteirar do que ocorre realmente nos bastidores da política nacional. Saulo Ramos não necessita de apresentação, e pelo fato de seu livro estar à venda significa que nenhuma das informações contidas nele são passíveis de um processo por injúria, difamação ou danos morais....já que ele deve ter como comprovar todas elas!
À página 448 (edição 2008) há um trecho e também uma nota de rodapé que vou reproduzir por ser muito elucidativo na questão Dantas, e do porque dele ser especialmente odiado pelos petistas , e consequentemente, porque Gilmar Mendes, que lhe concedeu habeas-corpus, instrumento jurídico legal e de direito de qualquer cidadão brasileiro, está sendo também alvo da ira destrutiva daqueles que seguem os mesmos principios do PT. Talvez explique o súbito surto de Joaquim Barbosa contra Gilmar Mendes.
No trecho o personagem de nome Gervásio ( o alter ego de Saulo) cita o secretário-geral Sílvio Pereira "Landhover ", logo após o estouro do escândalo do mensalão:

Com o escândalo do mensalão, escafedeu-se. Tempos depois deu uma entrevista a O Globo (7/05/2006) e confessou que o plano deles, sob o comando de Marcos Valério, era amealhar um bilhão de reais. Entre outras fontes, mencionou o banco Opportunity, de Daniel Dantas, que teria se recusado a pagar mais de cem milhões de reais em propina para o PT.* Disse que quem mandava no PT eram Lula e José Dirceu, observando modestamente não estar à altura daquele time. De repente e em plena entrevista tem uma crise, pede para a jornalista, que o entrevistava, não publicar as declarações que acabara de fazer, rasga o bloco de notas da repórter e diz: "eles vão me matar".

Gervásio mostrava estar em dia com a leitura dos jornais.mas enveredou a conversa para conclusões próprias:

_Os irmãos de Celso Daniel tiveram razão em fugir do Brasil.Convocado a depor na CPI dos Bingos, Silvio Pereira declarou estar perturbado da cabeça, não sabia distinguir ficção da realidade, que deu entrevista, mas não deu como entrevista, que a jornalista não mentiu ao redigir suas declarações e que suas declarações eram inverídicas por sua própria natureza.Um "ora veja"fantástico. Ficou absolutamente claro para o país que a entrevista a O Globo foi apenas um recado.Ou acertam comigo ou eu falo tudo.Não falou.

Nota de rodapé n.125 :
Em ação judicial perante a Justiça de Nova York, o escritório de advocacia Boies, Schiller & Flexner afirma que os poderosos políticos do partido do governo brasileiro exigiram de Daniel Dantas algumas dezenas de milhões de dólares em propina. A recusa em pagar teria resultado em perseguição e ódio. A afirmação está lá, em autos de processo judicial. Não se sabem detalhes, mas Dantas é um Daniel que ainda não foi assassinado.

Postar um comentário