quarta-feira, 29 de abril de 2009

A FARRA DAS PASSAGENS AÉREAS, MESMO COM LIMITAÇÕES, VAI CONTINUAR!


Alguns jornais, seguramente em tom de ironia, ao tratar das alterações feitas pela mesa diretora da Câmara na administração das passagens aéreas disponibilizadas ao deputados, trazem manchetes do tipo: “CÂMARA LIMITA A FARRA DAS PASSAGENS AÉREAS”. Genial! Na verdade, com a velha mania de tentar levar todo mundo na conversa, nossos deputados não estão acabando com a farra das passagens, mas simplesmente limitando a maracutaia. Para que se tenha uma idéia de como a irresponsabilidade no trato do dinheiro público continua sendo norma de conduta de nossos congressistas, verifique-se que: 1) As passagens funcionais, originalmente instituídas para que os deputados pudessem “visitar” suas bases, pois normalmente os parlamentar moravam em Brasília, onde dispunham de luxuosos apartamentos e/ou verba de moradia, foram desvirtuadas, fazendo com que os deputados continuassem morando em seus estados e passeando em Brasília, durante dois ou três dias na semana; 2) As famigeradas cotas continuam existindo, inclusive com o parlamentar podendo cumulando as passagens não usadas no mês, prestando contas só final do ano (Acredite quem quiser!); 3) O fato dos deputados de Brasília continuarem tendo direito a cota de passagens aéreas, é prova cabal de que nosso Congresso não é uma instituição séria.

Júlio Ferreira
Recife - PE
Postar um comentário