quinta-feira, 16 de abril de 2009

Eu vaio Barros Munhoz

Tão seguro está da impunidade e amoralidade que norteiam nossa politica que o deputado estadual por São Paulo Barros Munhoz (PSDB) não teve pêjo de escancarar o que pensa sobre a questão dos privilégios para deputados que ocuparam os cargos de presidente, primeiro e segundo secretário da Mesa .

Segundo ele é brutal a diferença de estrutura de um gabinete comum com os da Mesa Diretora, e zelando pelo "equilibrio emocional" de seus pares que poderiam sofrer com a perda de significativos privilégios, ele defende que tal indecencia se mantenha...até porque assim está a fazer defesa em causa própria já que hoje preside o Legislativo paulista.
Amanhã será ele a sofrer os ditos "brutais" dissabores , precisa pois garantir suas benesses.

Eu me envergonho da classe politica brasileira como um todo, e essa postura de Barros Munhoz só me convence de que a pior crise que enfrenta o Brasil não é economica, mas sim a da perda de valores morais.
Postar um comentário