quinta-feira, 12 de março de 2009

Vila Campesina e MST

Contra a força, só a força. O Brasil não pode continuar refém de organizações revolucionárias sob qualquer pretexto ou de qualquer facção que fazem da invasão seu modus operandi padrão. Se o Poder Executivo perdeu o controle ou, pior, está conivente com esses atos criminosos, a ordem institucional está abalada e deve ser refeita o quanto antes. Por muito menos a Itália suprimiu temporariamente as garantias constitucionais na "Operação Mãos Limpas" em 1992. É o único jeito. Não adianta o Poder Judiciário ficar só esbravejando.
Bob Sharp - São Paulo
Postar um comentário