domingo, 22 de fevereiro de 2009

ORGULHO DE QUÊ?

ORGULHO DE QUÊ? – publicado no Estadão em 21/02/09

Somos campeões em tudo o que há de ruim. No Congresso Nacional raros são os que não têm um processo manchando a ficha pessoal daqueles que deveriam ser modelo de caráter e honradez, mas não largam o osso, protegidos que são pela imunidade parlamentar e pelo foro privilegiado. Diariamente inocentes morrem nas mãos de assassinos que apostam na morosidade e tolerância de nossas leis. O caso da brasileira Paula Oliveira, que, segundo as autoridades da Suíça, se automutilou para receber indenização do governo desse país, está amparado no conceito que se tem de que, se no Brasil assassinos, sequestradores e outros criminosos recebem gordas indenizações, por que não tentar também alguma coisa? Estamos festejando o carnaval, uma das festas que mais atraem turistas do mundo inteiro para o País. E quais as manchetes dos grandes jornais do mundo? Turistas são assaltados em albergues na Cidade Maravilhosa! A corrupção corre solta, dinheiro público é usado sem fiscalização e nada acontece? Como ter orgulho de ser brasileiro quando vemos que em matéria de escândalos políticos, violência, corrupção, assaltos e ignorância não saímos do primeiro lugar? Ao que parece, estamos vivendo mesmo uma época do "quanto pior, melhor" para os bandidos, trapaceiros que agem à solta sem ser incomodados. Será que este país tem jeito?

Izabel Avallone
Postar um comentário