quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Para os amigos, tudo!

Lula determinou que Tarso Genro concedesse asilo a Battisti , terrorista italiano condenado em seu país à pena de prisão perpétua por 4 assassinatos por ele cometidos no final da década de 70. A desculpa para essa tal benignidade é a do "temor à perseguição" que ele pudesse sofrer se voltasse à Italia. Ora, não haveria perseguição, ele somente seria preso para cumprir sua pena. Afinal, ele é assassino confesso.

Escutei Tarso numa entrevista às rádios justificando a medida , dizendo que "há que se entender o contexto da ação de Battisti na época".

Ora, tanta compreensão só vale para os amigos? Eu entendo que esta iniciativa abre jurisprudencia para invalidar todos os pedidos de prisão aos que cometeram excessos em interrogatórios de terroristas na época do periodo militar...pois o governo usava de tais métodos em nome da segurança e da governabilidade.
Há que se entender também o contexto da ação dos "torturadores" de então...

À proposito: porque foram devolvidos à Cuba aqueles pobres atletas fugitivos, que não eram criminosos mas simplesmente fugiam do terror?
É tanta incongruência que até dá raiva!
Postar um comentário