terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Lenha na fogueira

Todos concordam com o fato de que a questão entre judeus e palestinos é de quase impossível solução, pois a guerra entre estes dois povos nasceu no momento mesmo em que a ONU em 1948 deixou de chamar as 2 partes interessadas na questão para sentarem-se à mesa de negociações afim de que os direitos de ambos os lados fossem tecnicamente delimitados e garantidos por uma fronteira justa e aceitável. Como isso não foi feito e simplesmente redesenharam o mapa, à partir daí, todos tem razão e ninguém tem razão.

Cenas horripilantes de morticínio são incessantemente veiculadas, de um lado e de outro, pois se hoje assistimos emocionados a morte até de crianças palestinas, não podemos esquecer as cenas de sangue e horror dos ataques de homens/mulheres-bombas palestinos em mercados, restaurantes e onibus em pleno centro das cidades judaicas. É sangue derramado da população civil de todo lado. Choram mães judias e palestinas pelos filhos mortos...com a exceção das mães dos assim considerados mártires de Alá , que se estouram em público levando consigo muitas outras vidas... Estas mães invariavelmente aparecem segurando ao peito a foto de seus filhos terroristas, orgulhosas de seus feitos assassinos....
É, isso tem que ser dito também...

Mas o que mais me espanta é o apoio unilateral do PT à causa palestina...e não só do PT, mas da mídia mundial. Parece até um movimento orquestrado pela esquerda internacional - que namora todos os líderes muçulmanos radicais- para desqualificar a legitimidade da existencia do Estado de Israel e demonizar a todos os judeus.

Será que a vitória de Obama não tem tudo à ver com isso? Afinal, segundo se soube, os estudos superiores de Obama foram pagos por ninguém mais do que o governante da Arábia Saudita. Só que ninguém fala disso...e é mais conveniente para a esquerda jogar lenha e alimentar esta fogueira do Oriente Médio . Lamentável !
Postar um comentário