sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

BOLSA-FAMÍLIA

Bolsa família- publicado no Diário do Grande ABC em 29/12/08

O ministro Patrus Ananias, do Desenvolvimento Social, equivoca-se ao declarar que com os benefícios da bolsa-família o coronelismo acabou e que as pessoas “votam em quem e como quiserem”. Não foi o que se viu país afora nas últimas eleições, quando cabos eleitorais dos diversos candidatos pressionaram os eleitores reféns da bolsa-família a votar nos candidatos do governo ou teriam o beneficio cortado. Basta andar pelos rincões e periferias para se constatar que, se o coronelismo acabou como quer o ministro, o voto de cabresto está em grande ascensão. A bolsa-família veio para ficar não como assistencialismo como quer o governo, mantendo apenas o pobre vivo, mas para tirá-lo da pobreza. Eis o desafio que o governo finge não ver. Acorda Brasil!
Izabel Avallone
Postar um comentário