domingo, 14 de dezembro de 2008

DEPUTADO FANTOCHE

Deputado fantoche - publicado no jornal Diário do Gde BC em 14/12/08

Cai por terra a cena montada na eleição à prefeitura de São Bernardo do Campo, na qual o cantor e deputado federal, Frank Aguiar (PTB-SP) atuou como vice-prefeito na chapa Luiz Marinho (PT-SP). Passado o pleito eleitoral, o deputado que se prestou ao papel de fantoche do presidente e de Luiz Marinho, sinaliza sua saída e alega que tal decisão refere-se ainda a um pedido de Lula para ajudar no congresso, pois só há o deputado Vicentinho para representar os “interesses” do município. Também de olho a uma vaga no senado, o deputado só descobriu agora que o papel de vice é mera figura decorativa. Ninguém duvida de suas pretensões. Pelo poder, tudo é possível. O deputado fantoche despreza os votos que recebeu recentemente de seus eleitores, que acreditaram nas suas promessas de campanha e confessa que chegou ao poder para “ser usado da melhor forma". Quer dizer que o objetivo do candidato ao se eleger não é servir a população? Quem sabe com essas explicações, onde o que vale não é a palavra do deputado e sim os interesses a que ele serve, possam ensinar aos eleitores somente mais um detalhe: palavra de político não passa da página dois. Acorda Brasil!
Izabel Avallone
Postar um comentário