domingo, 30 de novembro de 2008

Ajuda à Petrobras -publicado no jornal O Globo em 29/11/08

Desconcertante foi a reação da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, quando perguntada sobre o empréstimo que a Petrobras pediu à CEF e ao Banco do Brasil, dando a entender que essa é uma prática costumeira. Finalmente, o senador Tasso Jereissati despertou de uma profunda letargia e, em nome da governabilidade, questionou tal empréstimo. Curioso que a estatal petroleira e o pré-sal dominaram as manchetes de jornais revelando os lucros obtidos, e agora se sabe que ela está pendurada nos bancos oficiais. Os preços dos barris de petróleo desabam lá fora, mas o preço da gasolina, que também deveria ter caído, nunca chega ao consumidor. Esse, o grande otário, paga calado e acredita que o país está uma maravilha. Deve ser essa maravilha chamada "empréstimos escusos da mentirobras" que dão ao presidente 80% de aceitação popular. Acorda, Brasil, pois se demorar muito será tarde.
Izabel Avallone
Postar um comentário