sábado, 20 de julho de 2013

DEMOCRACIAS DE MENTIRA

Na página A17 de hoje na Folha de São Paulo, a coluna de Alexandre Vidal Porto dá um alerta aos líderes políticos com instintos autoritários que acreditam que a vitória alcançada nas urnas lhes confere permissão para suprimir direitos aos que a eles se opõe e, com o objetivo de se eternizarem no poder, destroem o próprio sistema que os habilitou governar. Acontece que, para o verdadeiro exercício da democracia, eleições são só o começo, é preciso, também, o respeito a ordem constitucional pluralista, imprensa e instituições livres, e um sistema judiciário que aplique a lei com equidade. Democracia pressupõe garantia aos direitos individuais. Sem isso não adianta querer posar de democrático. Espero que a presidente Dilma e o PT façam um esforço para entender o clamor das ruas, caso contrário, a nossa Democracia não admitirá essa tirania eleita e o povo voltará as ruas e, desta vez, com mais força!
Postar um comentário