quarta-feira, 7 de novembro de 2012

FORMA DE GOVERNO - REFLEXÃO

Até a presente data, todas as formas de governo (monarquia, oligarquia, aristocracia, democracia representativa e ditadura) surgiram ora pela força (pressão ou violência), ora por artifícios e oportunismo (politicas, religiosas, sindicais ou classistas), e, nenhuma delas estabelece de fato, a soberania do povo, pelo contrário. Então, qual a forma de governo que viabiliza a soberania de todos os cidadãos, neles inclusos os cidadãos comuns? Talvez, a forma de governo onde a voz e os interesses do povo são levados em consideração seja a da Democracia isenta de políticos profissionais, onde todos os cargos públicos sejam geridos por profissionais de carreira., e as escolas tenham em sua grade curricular matérias que preparam os cidadãos para serem futuros gestores de cidades; de administrações públicas (saúde, segurança, educação, cultura, etc.). Uma Democracia onde tem um governante e um Conselho eleito pelo povo. Uma Democracia onde as Leis são elaboradas e atualizadas por uma Comissão composta por profissionais de alto saber jurídico e com representantes do povo, tais como professores, cientistas políticos e líderes ( organizações sociais e comunitários). Uma Democracia onde tenha um Conselho para acompanhar e cobrar o trabalho do governante. Uma Democracia onde existe controle e tolerância zero para praticas de corrupção. Uma Democracia onde a justiça é de fato para todos, sem distinção e sem favores, onde os infratores cumprirão suas penas como presos que são e não como pessoas comuns e com privilégios. Seguramente, a nossa Democracia Representativa estará extinta no futuro próximo e precisamos estar preparados para quando isso ocorrer.
Postar um comentário