sábado, 25 de agosto de 2012

Novas d'opegapulhas

1-Nem pensar! Qualquer criancinha percebe que o empenho do fogueteiro-mor na campanha de um despreparado para a Prefeitura paulistana ,não terá sucesso contando com a "boa vontade" da ex-prefeita . Aqui, candidato ruim, a gente rechaça e glosa! Flavio Marcus Juliano 2-Sequencial a gôsto 24/08/54: suicídio de Vargas; 25/08/61:renúncia de Janio; 26/08/12: suicídio da corrupção política, queda da censura ao Estadão ou renúncia do povo brasileiro em continuar elegendo sempre os mesmos vigaristas? Alguma coisa temos que comemorar neste domingo de agosto. Flavio Marcus Juliano 3-Voto consciente Se a absolvição dos réus do mensalão continuar, presume-se que a tese de caixa 2 é mais abrangente do que imagina a opinião pública. Ao final do julgamento, na boca do caixa. Flavio Marcus Juliano 4-Ciência e política Aturando a propaganda eleitoral na TV, a gente olha para certos candidatos a vereador e a prefeito e conclui.: não é possível que esse fosse o espermatozóide mais esperto!!! Flavio Marcus Juliano 5-O ilusionista O ministro da Educação, mestre do ilusionismo, quer esconder os resultados tímidos no ensino fundamental e estagnação no ensino médio, entre 2009 e 2011. Já que , como seus antecessores de mesmo partido, não consegue alcançar o resultado correto, prefere mudar a fórmula. C.Q.D. (Caramba, Que Disparate!) Flavio Marcus Juliano 6-Susto nas importações Só agora a indústria textil percebeu que "está ocorrendo um surto de importações de roupas",desde 2007, causando-lhe grandes prejuízos? A curto prazo, as indústrias serão apenas escritórios de importação com costureiras, tecelões e outros potenciais consumidores, apenas olhando as vitrines, sem poder de compra. A reportagem sobre o pedido de cotas para importação (B1 -24/08) surpreende pois: 1-não constam entre os produtos escolhidos, os artigos de cama-mesa-banho-tapetes 2- é citado que " uma camisa que entra de forma desleal mata desde a plantação do algodão até a confecção". Então o problema não é só a importação, é a Receita Federal e Polícia Federal dormindo no ponto. 3- O Itamaraty vê com receio o impacto para a imagem do Brasil no exterior caso as barreiras sejam adotadas. Honesto seria o Itamaraty se preocupar com a imagem do Brasil para os brasileiros, cada vez mais desapontados com este govêrno. Flavio Marcus Juliano 7-Felicidade Interna Bruta Num dos livros escritos por Agatha Christie há uma das melhores definições de felicidade:"é quando você consegue conciliar seu temperamento com as circunstâncias". Se as circunstâncias - saúde, educação, cultura, esporte, crescimento sustentável, estabilidade - fossem criadas por um governo honesto e decente, que certamente não temos, a capacidade de proteção às crianças e jovens estaria plenamente criada e a medição da felicidade seria desnecessária, por ser óbvia demais. Que o governo pare com discursos demagógicos, cuide das circunstâncias e deixe que o temperamento maravilhoso do brasileiro dê a resposta. Flavio Marcus Juliano
Postar um comentário