terça-feira, 20 de dezembro de 2011

MENSAGENS EM PENCA DA MONTEZUMA

16/12/2011
COMISSÃO DA VERDADE

Como já era sabido...Lula, "o pai de todos" só "adquiriu" o terreno em Brasília para que depois Dilma, a "gerentona-mãe" do Pac empacado
...viesse permitir que os xiitas da esquerda fizessem a demolição necessária para que as obras das fundações da nação brasileira conforme o ideário comunista sejam começadas. Portanto, essa onda de explosivos a cair sobre tucanos, principalmente Serra e FHC...e também sobre Gilberto Kassab (um provável e poderoso aliado do PSDB) vão continuar. A instalação de uma Comissão da Verdade do Estado, projeto do petista Adriano Diogo aprovado ontem pela Assembléia Legislativa de São Paulo é só uma vertente deste processo de desconstrução. Como essa comissão da verdade será composta só por deputados, ou seja ,está explicitamente politizada, a consequencia é a de que as mortes das 119 pessoas - a maioria civis sem qualquer vinculação política - pelo terrorismo da esquerda durante o governo militar , não serão apuradas, porque tais pessoas , ( cujas mortes elles consideram apenas ovos necessariamente quebrados para conseguirem a almejada omelete...) devem ter menos direitos que os humanos guerrilheiros mortos pela polícia e pelo exército. Suas famílias também nunca serão merecedoras de nenhuma aposentadoria compensatória , visto terem sido apenas figurantes que participaram de um show maior. Que começão da verdade...que deputança xinfrim mais digna de edís de Sucupira do que de deputados do Estado de São Paulo!

17/12
DE NOVO OS ESTUDANTES DA USP

Os alunos da USP que foram processados pelo Estado por vandalismo e destruição de patrimônio público, e que por isso se dizem perseguidos políticos, acabaram sendo reprovados por falta, visto que um professor de Filosofia considerou como dadas as aulas que não ocorreram por causa da greve decretada por estes mesmos estudantes. Claro que todos que foram reprovados nesta matéria vão recorrer baseados neste interessante raciocínio de uma das alunas bombadas: "São aulas que ele (o professor) não deu, por conta da paralisação.Não são aulas às quais os alunos faltaram por conta da greve"...que dialética tortuosa , caramba. Muito mais direta é a resposta do professor que diz que não mudará sua decisão: "Aula impedida é aula dada", e que não repôs as cinco aulas "impedidas" porque a greve era dos alunos, e não dos docentes. Agora me digam: por que reclamam da reprovação estes alunos "velhos de guerra" se já é sabido que são "estudantes profissionais" que adoram tanto o meio universitário que jamais saem dele? Que bombem, ora...e parem de atazanar!

18/12
EXPULSOS DA USP

Porque o jornalista Paulo Saldaña , em sua matéria "USP expulsa seis alunos por ocupação" (Cidades/Metrópole C7 - 18/12) , busca enfatizar que tal medida, decidida por uma comissão formada por três professores e acatada pelo reitor, tem como fundamento o regimento de 1972, época da ditadura militar? Para mim fica clara a intenção de , com esta citação, favorecer a argumentação daqueles que tomam o partido dos vândalos que resultou no extravio de milhares de documentos e de aparelhos eletrônicos como computadores e impressoras. Os que criticam a medida: o diretor do Diretório Central dos Estudantes, Thiago Aguiar, que considerou absurda a decisão, e o presidente do Sindicato dos Servidores da USP (Sintusp) Magno Carvalho. O que deveria ser enfatizado pelo jornalista nesta matéria é que os citados defendem os vândalos e ladrões de documentos equipamentos que pertencem ao Estado, e que por tais ações é que foram expulsos da maior e melhor universidade do país. Se o regimento de 1972 utilizado foi o instrumento que permitiu colocá-los para fora da maior e mais conceituada universidade do país...ele é apenas uma prova de que nem tudo que vigorou durante o regime militar foi tão negativo como hoje querem fazer provar.

19/12
SOBRE O VOTO DE MINERVA

O Forum dos Leitores cada vez mais está se transformando no espaço gratuito que figuras públicas utilizam para responder ou tentar explicar assuntos que os incomodam. Hoje , nós leitores missivistas do Estadão, fomos alijados do espaço que o jornal nos reserva porque o ministro Cezar Peluso não gostou da interpretação que o jornalista João Bosco Rabello deu sobre o voto decisório que deu, e que liberou a volta de Jarbas Barbalho ao Senado. Li com atenção tanto o texto do ministro como a resposta do jornalista, e continuo vendo mais lógica e veracidade nas breves palavras usadas pelo profissional da imprensa para explicar seu artigo. Lembro ao ministro que políticos e homens públicos, além de probos, tem que parecer honestos...pois muitos de nós, leitores leigos, não podemos ficar tentando entender nas entrelinhas das justificativas regimentais os argumentos que validam as decisões da Suprema Corte deste país. Mormente quando estes argumentos ...nem com estas detalhadas explicações adicionais se tornaram mais convincentes .

19/12
O NOME DA BOLA

É tanto desperdício e desvio de dinheiro que acontece no Brasil , principalmente agora por conta das obras para a Copa do Mundo, que a nossa gorduchinha deveria ser chamada de Maracutaia, como até já propôs um leitor de jornal com muita propriedade. Afinal, como se processa a escolha do nome da bola? Se fosse dado ao povo o direito de participar desta escolha...garanto que a sugestão deste nome ganharia disparado.

19/12
O PIMENTEL É DELES!

Ainda bem que Dilma deixou bem claro que o Pimentel impoluto é "nosso Pimentel" ou seja, delles, este petista de escol que segundo o governo nada fez de errado , apesar das palestras fantasmas que engordaram sua poupança, das consultorias suspeitas...nada, nada mancha sua "história intocável"... apesar dos retoques necessários . Então fica assim: petistas suspeitos de maracutaias são intocáveis apenas porque são petistas, punto i basta!...Que bom que o Pimentel não é nosso, nem o Genoíno, o Delúbio, o Dirceu , o João Paulo Cunha, o Palocci ...que bom!!!

19/12
OS PETISTAS E A PRIVATARIA TUCANA

Amaury Ribeiro Jr. , autor do livro Privataria Tucana, tem um currículo de vida problemático mostrando que já foi indiciado pela Polícia Federal por quatro crimes: violação de sigilo fiscal, corrupção ativa, uso de documentos falsos e oferta de vantagem a testemunha, tendo participado, como membro da equipe de campanha de Dilma Rousseff, de atos contra o adversário tucano. Lançou recentemente o citado livro o qual, apesar dos esforços dos militantes internautas que invadem nossas caixas fazendo a divulgação do livro e as supostas denúncias contra José Serra , a grande mídia silenciou sobre o trabalho, e os petistas reclamaram até porque nem na internet houve a esperada repercussão . É que aprendemos a não gastar tempo com coisas de menor importância...e talvez pelo mesmo motivo a grande mídia não tenha divulgadoa obra de Amaury. O silêncio pesou tanto que a ombudsman da Folha de São Paulo, a petista Suzana Singer, interveio cobrando do jornal uma "investigação mais profunda" sobre as acusações contidas no tal livro.O jornal acabou publicando uma reportagem, que ao final, não agradou aos petistas, que acusaram o jornal de fazer a defesa de José Serra. Ou seja...eles querem impor pauta ao jornal e inclusive o teor da matéria...
Por outro lado, o livro também conta os bastidores de uma guerra por poder entre petistas na campanha presidencial de Dilma no ano passado. Por este motivo o presidente do PT, Rui Falcão, um dos personagens da disputa, processa o jornalista Amaury Ribeiro Jr....
E eu desconfio que gastei tempo demasiado tratando deste assunto absolutante descartável...tão descartavel quanto o livro Privataria Tucana de Amaury Ribeiro Jr..

20/12
VASSALAGEM EXPLÍCITA

Agora é declarado! O STF é realmente o braço togado do governo ...é a mão que assina só o que interessa ao PT ao mesmo tempo que defende e blinda o próprio poder judiciário infestado de corruptos...Portanto, por não conviver bem com o trabalho desenvolvido pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça) , com uma liminar esvaziou seu poder de investigar magistrados suspeitos. Marcos Aurélio Mello é quem assinou a liminar , mas seguramente tem a aprovação de todo o STF.
Alguém ainda tem dúvidas de que estamos sob uma ditadura em que Legislativo e Judiciário tem uma relação de vassalagem com o Suserano-Executivo?
Segundo ouvi dizer ( diante deste quadro assustador ) as Forças Armadas só reagiriam mediante um anterior clamor popular pelas ruas do país, para não ser classificada novamente de golpista ...mas infelizmente o brasileiro prefere se indignar sentado no sofá assistindo os jornais pela TV. Está na hora de sacudirmos o comodismo e irmos às ruas, gente!!!
Postar um comentário