sexta-feira, 9 de setembro de 2011

LUTA PELA CIDADANIA

(No Folha de S. Paulo e Estadão online, sexta-feira, 9.09.2011)
O Brasil comemorou, neste Sete de Setembro, 189 anos de sua independência, mas ainda falta muito para que seu povo, honesto e trabalhador, possa também comemorar. Para isso, terá que ser mais respeitado e valorizado como cidadão e contribuinte. Terá de sentir que o exemplo de responsabilidade e cumprimento das leis vem, em primeiro lugar, das classes mais favorecidas e cultas. Terá que sentir com naturalidade que os impostos que paga com tanto sacrifício sejam totalmente contabilizados (sem caixa dois), havendo transparência e prestação de contas do que for realizado em seu favor.Deve sentir que o governo e a Justiça respeitam e defendem seus interesses, especialmente fazendo valer leis como a da Ficha Limpa. Que os que trabalham honestamente são reconhecidos e remunerados por seus méritos de forma justa e correta. Que os que burlam as leis são punidos sem infindáveis apelações, não se permitindo a impunidade dos abonados, influentes ou amigos do poder.Nosso povo terá mais independência cívica quando todos pensarem mais no cumprimento de seus deveres do que em formas de exigir direitos descabidos e abusivos. E todos precisam reconhecer que sem leis fortes, sem a imposição de altos padrões morais e éticos na política e no governo, viveremos sempre à mercê dos inescrupulosos, espertos, demagogos e populistas.O Brasil já é independente como nação; agora temos de lutar pela plena cidadania e independência de seu povo. Quem se habilitará?
Silvano Corrêa
Postar um comentário