sexta-feira, 12 de agosto de 2011

SELEÇÃO CANARINHO

(No Folha de S. Paulo e Estadão online, sexta-feira, 12.08.2011)
A seleção canarinho demonstrou, mais uma vez, que sofre de falta de entrosamento e de equipe, e peca por excesso de individualismo (Esporte, 11/8). Para tentar sanar isso, quero sugerir a seguinte ideia: montar duas seleções, A e B, cada uma com seu técnico e atuando independentemente uma da outra (temos uma fartura de craques que permite esse luxo). Programar amistosos entre elas e, após cada jogo, determinar por meio de pontuação o desempenho dos técnicos e jogadores.Periodicamente seriam feitas reuniões por comissão técnica imparcial para avaliar resultados e orientar pequenas mudanças nas equipes. Dessa forma, teríamos dois grupos de craques se esforçando para alcançar um melhor entrosamento e resultado, para se manter ou chegar à seleção A.Não vejo futuro em torneios internacionais, especialmente na Copa do Mundo, se continuarmos com convocações de última hora e montagem da equipe por critérios individuais. Chega de convocações espúrias e surpreendentes, formando times que apresentam futebol bonito no individual mas ineficaz no coletivo!
Silvano Corrêa
Postar um comentário