sexta-feira, 18 de março de 2011

Um país de tolos

Em 31/01/2011

Mais do que ridículas, cínicas mesmo são as alegações que o governo usa para justificar privilégios usufruidos pelos que estão no poder.

Sabe-se que a Presidência da República gastou nos últimos 9 anos cerca de R$106 milhões com cartão corporativo, mas o governo nos impede de saber a que se referem tais números alegando "garantia de segurança da sociedade e do Estado". A única forma de resguardar a segurança da sociedade neste caso seria podermos saber como o presidente e sua familia gastou o dinheiro do povo....e tão bem gasto.

Já para justificar o fornecimento de passaportes para parentes, filhos, agregados e achegados , o argumento foi de que tudo visou o " interesse do Estado e da Nação".
Tais argumentos só se justificariam se verdade fosse que este é um país de tolos. Será que é?
Postar um comentário