terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Incongruências

Se salário mínimo maior que R$545 "não condiz,não se adapta,é inconveniente, impróprio", como será que o ministro qualifica o aumento dos deputados, os gastos do govêrno passado, os cartões corporativos, as reformas nos apartamentos funcionais, as centenas de mentiras de palanque, as mordomias distribuídas a correligionários, as aposentadorias dos deputados de verão? Nós sabemos o nome que se dá a isso, mas o Estadão não pode publicar!

Flavio Marcus Juliano
Postar um comentário