terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Estado Policialesco

Escrita em 02/12/2010





Li nos jornais de ontem ( 01/12) que Dilma pretende fazer da presença das Forças Armadas uma constante em todos os Estados, já que ela foi tão bem aceita pela população do Rio de Janeiro neste evento, ops... desculpe, nesta ação contra os traficantes.

Aquilo que se tornou uma apoteose sem resultados práticos robustos , ao que me conste , foi uma ajuda emergencial contra o crime organizado justamente porque a ação do Estado , atraves de suas forças policiais locais, e do governo federal - nas fronteiras -não se fez presente por muitos e muitos anos levando o Rio de Janeiro ao caos social.

Mas porque o povo aplaudiu - e no desespero, quem não aplaudiria - não significa que agora vamos aceitar o Exército, a Marinha e a Aeronáutica exercendo papel de polícia permanentemente nos Estados, pois que, alem de este não ser o seu papel, me cheira muito mal esta intenção .

Está a me parecer que esta ação no Rio de Cabral , de grande efeito midiático, teve a intenção precípua de justificar esta pretensão da presidente Dilma Rousseff....ainda mais agora que, ao que tudo indica, a esquerda convive tão harmoniosamente com as Forças Armadas no Brasil...

Uma pena : tudo leva a crer que as FFAA estejam hoje mais à serviço de um governo que da Nação Brasileira! Portanto, atenção a todos! Estado policialesco só na antiga União Soviética, na China, em Cuba , na Coreia do Norte e por aí vai.....todos países governados por ditadores!
Postar um comentário