terça-feira, 9 de novembro de 2010

Quem fala demais paga pela língua

Em 05/10/2010 ( campanha eleitoral)

Para alguem como Dilma, que quando jovem participou da guerrilha, consciente de que grande parte das ações dos grupos dos quais fez parte visavam a morte de pessoas consideradas inimigas, e que também há bem pouco tempo defendeu publicamente a descriminalização do aborto, chegando a dizer que isso era um caso de saúde pública...vir ela agora dizer que primordialmente valoriza a vida é cinismo puro , é mentira oportunista.

Acabei de assistí-la num vídeo do youtube fazendo a defesa do aborto numa entrevista a um jornalista, e em seguida...vieram cenas chocantes de fetos abortados, aos pedaços, alguns ainda chupando o dedinho...

Eu afirmo que, num tempo em que a medicina oferece às mulheres tantos recursos para evitar uma gravidez indesejada, a prática do aborto é simplesmente crime hediondo . Quem duvidar que vá ao Youtube ver o que sobra dos fetos assassinados de forma covarde porque simplesmente suas mães foram absolutamente irresponsáveis na prática do sexo, e agora querem que o governo legalize a idéia de que o útero das mulheres pode, oficialmente, se transformar em câmaras de tortura! Dilma vai aprender que falar demais pode custar muito caro!
Postar um comentário