terça-feira, 9 de novembro de 2010

A busca da (in)tolerância

Em 11/10/2010 ( Campanha eleitoral)

Dilma se coloca no papel de vítima dizendo estar sendo perseguida por diferentes grupos religiosos quanto à questão do aborto. E mistura tudo , argumentando que "o Brasil tem tradição de tolerância, que gosta que árabes e judeus sentem na mesma mesa, eles convivem sem atritos..."
Deixando o assunto aborto de lado, que no meu entender deveria ser avaliado por meio de conceitos éticos, eu afirmo que o convívio fácil entre cidadãos de diferentes nacionalidades, no Brasil, é mais fruto da indiferenciada boa acolhida que todos sempre tiveram aqui, e pela liberdade que gozam para viver, estudar, trabalhar , correr atrás das oportunidades...etc. Imagine se de repente o governo resolvesse privilegiar um grupo em detrimento de outros....o que aconteceria? É evidente que os choques seriam inevitáveis.
Bem, e quando o governo institue cotas em setores variados privilegiando exclusivamente negros...o que ele espera como resultado, alem daquele alegado de se fazer justiça histórica ?
O acirramento das relações entre cidadãos de coloração de pele diferente...é isso que ele busca. Porque sem crise, a esquerda não consegue ultimar seu plano de dominação .
Postar um comentário