sexta-feira, 16 de julho de 2010

Resposta a um pernambucano

Carta enviada por este senhor ao Jornal do Commércio de Pernambuco e publicada na coluna de cartas dos leitores no dia 13/07/2010 ! Minha resposta mais abaixo.
Mara

» Comportamento
Morei vários anos em São Paulo e não era raro encontrar pichações com xingamentos aos nordestinos, que são grande parte da população da cidade. Ninguém lembra, mas nos anos 50, fomos nós nordestinos, que construímos a grandeza de São Paulo. Levamos para lá, a riqueza da nossa música, arte, literatura, e tantas outras coisas, que não há razão para que desinformados retratem o Nordeste como inimigos. Esse mesmo ódio encontramos no Sul para com os argentinos. As brincadeiras e provocações das torcidas de futebol, já resvalam para o desrespeito e agressão contra uma nação que é apenas concorrente em futebol. Está na hora de acabar com essas chacotas bobas.
» Americo Vasconcelos - Jaboatão dos Guararapes - americosdb@gmail.com

RESPOSTA QUE ENVIEI AO JORNAL DO COMMÉRCIO DE PERNAMBUCO

Preciso deixar expressa minha indignação , respondendo a carta do leitor Américo Vasconcelos de título Comportamento.

Como paulista e paulistana considero um insulto a afirmação deste senhor ao dizer que quando morou em São Paulo , encontrava pixações nos muros contra os nordestinos.
São Paulo hoje tem uma população nordestina maior que o total de qualquer capital do nordeste, sinal de que não se sentem mal por aqui...São Paulo abriga diferentes nacionalidades, é uma metrópole e um Estado que se transformou num caldeirão étnico-cultural e sempre esteve aberto a receber os que aqui chegaram e contribuiram com seu trabalho para a grandeza deste estado.

E agora, vem este senhor me mostrar como é fácil fabricar o ódio e o ressentimento e disseminá-lo contra os paulistas, fazendo uma afirmação absurda , não tendo siquer a preocupação de documentá-la com uma foto ...- e que agora, por favor...não seja apresentada - pois pixar um muro e registrá-lo numa foto é muito fácil!

O que me estranha é a publicação de uma afirmação grave como essa num ano de campanha eleitoral em que um paulista concorre à presidencia deste país...
Coincidência não é...

Mara Montezuma Assaf
Postar um comentário